Câmara de Itapebi não funciona desde novembro: 'Situação é bizarra', diz vereador


Câmara de Itapebi não funciona desde novembro: 'Situação é bizarra', diz vereador
Foto: Reprodução / Itapebi Notícias

Enquanto 2015 caminha para completar quatro meses corridos, os trabalhos da Câmara Municipal de Itapebi, na Costa do Descobrimento, estão emperrados. Desde novembro do ano passado, o local está fechado para realização de uma reforma. A previsão é que a Casa só seja entregue no final de maio ou começo de junho, quando se avizinha o recesso de meio do ano dos edis. O caso será levado aos Ministérios Públicos Estadual e Federal pelos vereadores Paulinho de Fifia (PSD), Paraíba (PRB) e Antero Botelho (PP), que fazem oposição ao prefeito, Dr. Francisco (PSC). Segundo Paulinho, com o vácuo legislativo em Itapebi, nada pode ser votado e aprovado para a população. "A coisa aqui está bizarra. Até agora não foram formalizadas as comissões permanentes, o que faz com que a Câmara não possa deliberar nenhuma matéria, como é o caso do reajuste dos professores", disse o edil em entrevista ao Bahia Notícias. O "nada" que pode ser aprovado tem ressalvas, diz o vereador. "Mesmo assim, o presidente da Câmara, Leonardo Ribeiro, fez uma sessão no dia 30 de janeiro para aprovar assuntos de interesse dele", diz Paulinho ao se referir a um projeto de bolsa família municipal "totalmente irregular", como frisa. Ainda segundo o legislador, a Lei Orgânica do Município (LOM) prevê a realização de uma sessão semanal, o que também não é respeitado em Itapebi. Já o vereador Paraíba, que engrossa o coro de Paulinho, diz que a Câmara até o momento não responde sobre a destinação dos mais de oito funcionários lotados na Casa.(Bahia notícias)
Compartilhe no Google Plus