Clube de swing quer ser reconhecido como igreja


Clube de swing quer ser reconhecido como igreja
Foto: Reprodução / CBS News / First On 5
Um clube de swing em Nashville (Tennessee, EUA) passou por uma "reforma" e agora quer ser reconhecido como uma igreja. O motivo é menos religioso e mais legal: o reconhecimento fará com que o Social Club possa funcionar perto de uma escola cristã. A nova sede do clube fica perto dos fundos da Goodpasture Christian School, tradicional escola particular para crianças do maternal ao ensino médio. Apesar de discreto, o Social Club  foi descoberto após uma carta ser enviada a um governador, denunciando o caráter do clube. De acordo com a agência AP, comenta-se que o autor da denúncia seria um membro do grupo de swingers. Agora, pais de alunos e líderes religiosos incendeiam uma campanha contra o funcionamento do clube para troca de casais. Para driblar a lei e fugir dos opositores, o clube virou a 'Uniter Fellowship Center' - o salão de dança foi transformado em santuário. Dois aposentos, chamados de calabouços, foram rebatizados com nomes religiosos. A maior parte das 49 cabines sexuais permanece intacta, porém algumas delas viraram salas de oração. A vereadora Karen Bennett, que estudou na Goodpasture, disse que vai fiscalizar para garantir que o clube de swing funcione mesmo como igreja. "Já ouvi dizer que muitas, muitas pessoas planejam frequentá-la quando abrir", disse. O advogado do clube "convertido" disse que os membros da igreja não farão sexo no "templo". (Bahia notícias)
Compartilhe no Google Plus