Lava Jato: PT teme que 'multa astronômica' inviabilize partido

Lava Jato: PT teme que 'multa astronômica' inviabilize partido
Foto: Poder Online/IG
O comando do PT teme as punições decorrentes das investigações da Operação Lava Jato terminem por “inviabilizar” o funcionamento do partido ou até mesmo resultem na cassação do registro da sigla. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, quatro dirigentes da legenda relataram que foram informados, por pessoas que acompanham os desdobramentos da operação, que o partido deve receber sanções financeiras para ressarcimento dos cofres públicos por conta do esquema de corrupção na Petrobras. Ainda segundo Folha, a expectativa de sofrer uma “multa astronômica” começou antes mesmo da prisão do tesoureiro da agremiação, João Vaccari Neto, ocorrida na última quarta-feira (15) – o Ministério Público Federal já sinalizou que deve punir os partidos envolvidos. De acordo com Folha, o PT projeta, como punição, um valor correspondente ao indicado pelo ex-gerente da estatal, Pedro Barusco, como recebido pela legenda e por Vaccari na forma de propina. Barusco estimou que, entre 2003 e 2013, o partido tenha recebido entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões.

BAHIA NOTÍCIAS
Compartilhe no Google Plus