Odebrecht pagou viagem de Lula por três países

Odebrecht pagou viagem de Lula por três países
Foto: Reprodução/RTP
A construtora Odebrecht pagou uma viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela República Dominicana, Cuba e Estados Unidos em janeiro de 2013, segundo informações do jornal O Globo. De acordo com a reportagem, oficialmente a viagem não tinha nenhuma relação com as atividades desenvolvidas pela empreiteira em nenhum desses países. Lula estava acompanhado por pessoas próximas a ele, como funcionários de seu instituto, o escritor Fernando Morais, e o presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC, Rafael Marques. A comitiva do então presidente era ciceroneada pelo atual diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Alexandrino Alencar, que é apontado por três delatores do esquema investigado pela Operação Lava Jato como o operador das propinas da empresa no exterior, acusação negada por ele. Ainda de acordo com O Globo, a viagem custou R$ 435 mil e foi paga pela construtora baiana DAG, uma das parceiras comerciais da Odebrecht. Responsável pelo voo, a Líder Taxi Aéreo classificou o traslado como “completamente sigiloso”. A empreiteira informou que a viagem foi paga em função da agenda do presidente na República Dominicana e afirmou em anúncio veiculado no O Globo que pagou por palestra de Lula no país, evento que não teria nenhum caráter “ilegal” ou “sigiloso”. O Instituto Lula confirmou a realização da palestra.(Bahia Noticias)
Compartilhe no Google Plus