Após negar dinheiro na calcinha, ex-caso de Youssef canta 'Amada Amante'

Após negar dinheiro na calcinha, ex-caso de Youssef canta 'Amada Amante'
Foto: Reprodução/ G1
A doleira Nelma Mitsue Penasso Kodama, acusada de atuar no esquema investigado pela Operação Lava Jato, negou que estivesse carregando euros na calcinha quando foi presa pela Polícia Federal, em março deste ano. Ela ainda contou um trecho da música 'Amada Amante', de Roberto Carlos, para explicar seu relacionamento com o doleiro Alberto Youssef. Durante a CPI da Petrobras, Kodama chegou a se levantar da cadeira onde estava sentada para mostrar os bolsos de trás da sua calça, onde ela alega que carregava os 200 mil euros com os quais ela foi detida pela PF. A hipótese vai de encontro com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que aponta que ela carregava a quantia na calcinha. Durante o depoimento, ela ainda explicou o caso que teve com o doleiro Alberto Youssef. Os dois teriam atuado em parceria no esquema de corrupção da Petrobras. "Eu vivi maritalmente com Alberto Youssef do ano de 2000 a 2009. Amante é uma palavra que engloba tudo. Amante é esposa, amante é amiga", explicou antes de emendar um trecho da música 'Amada Amante', de Roberto Carlos. Kodama já foi condenada a 18 anos de prisão em outubro do ano passado por evasão de divisas, operação de instituição financeira irregular, evasão de divisas tentada, corrupção ativa e pertinência a organização criminosa.? (bahianoticias)
Compartilhe no Google Plus