Bandeira vermelha será mantida nas contas de energia em maio

A bandeira tarifária vermelha será mantida nas contas de energia no mês de maio. O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na noite da quinta-feira. A bandeira vermelha implica um acréscimo de R$ 5,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Essa relação vale para todos os estados, exceto para Amapá,  Amazonas e Roraima. Desde o início de 2015, o custo da luz elétrica está mais caro para o consumidor. A bandeira vermelha representa a existência de condições mais adversas para a geração de energia no país. Há ainda a bandeira amarela, quando a cobrança adicional é de R$ 2,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, e a bandeira verde, sem custo adicional. O sistema de bandeiras tarifárias, que já  sofreu reajuste, foi implementado com o objetivo de alertar o consumidor a respeito do custo corrente de geração, além de dividir com ele esse custo. Em janeiro, o valor adicional cobrado na bandeira vermelha era de R$ 3 para cada 100 kWh. Em março, contudo, os valores foram reajustados em 83,3%.(giro de ipiau)
Compartilhe no Google Plus