Cafarnaum: Justiça bloqueia bens de prefeito por gestor associar nome ao São João

Cafarnaum: Justiça bloqueia bens de prefeito por gestor associar nome ao São João
Foto: Reprodução / RF Notícias
O prefeito de Cafarnaum, na região de Irecê, teve os bens bloqueados pela Justiça por associar o nome dele ao São João da cidade realizado no ano passado. A juíza Ivonete de Souza Araújo, da Comarca de Morro do Chapéu, acatou ação civil do Ministério Público da Bahia (MP-BA). De acordo com a denúncia, Euilson Joaquim da Silva (PSDB), conhecido por “Wilson Macambira”, se valeu de verba pública para se promover. O nome do São João de 2014 recebeu a denominação de “Arraiá da Macambira”, o que remete ao nome do administrador. Ainda segundo relatório do MP, Cafarnaum realiza o São João desde a emancipação ocorrida em 1963, e só em 2014, usou um nome associado ao prefeito. A juíza também determinou que o prefeito não use “a alcunha pela qual é conhecido: Macambira em qualquer evento ou ato público, patrocinado com recursos do Município de Cafarnaum”. A multa diária é de R$5 mil. Pela determinação judicial, Wilson Macambira tem 15 dias para apresentar defesa sobre o teor pelo qual é acusado. A decisão foi publicada no Diário da Justiça desta terça-feira (12). O BN tentou o contato com a prefeitura de Cafarnaum até o final da nota, mas não conseguiu falar com nenhuma autoridade.

(Bahianotícias)
Compartilhe no Google Plus