Morre executivo da OAS envolvido na Lava Jato


Morre executivo da OAS envolvido na Lava Jato
Foto: Reprodução/Facebook
O executivo João Alberto Lazzari, da OAS, réu na Operação Lava Jato, morreu há uma semana. De acordo com O Globo, a morte dele foi comunicada nesta segunda-feira (8) à 13ª Vara Federal de Curitiba. Além de João Alberto Lazzari, são réus no processo por formação de cartel na Petrobras o presidente da OAS, José Aldemário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, e os diretores Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Mateus Coutinho de Sá Oliveira, José Ricardo Nogueira Breghirolli e Fernando Augusto Stremel Andrade. Moro aceitou a denúncia também contra o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.Os procuradores do Ministério Público Federal (MPF) denunciaram ao juiz Moro, neste caso, apenas os desvios cometidos nas refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e Getúlio Vargas, no Paraná. Em seu despacho, Moro diz que "os dirigentes da OAS teriam destinado pelo menos 1% do valor dos contratos e dos aditivos à Diretoria de Abastecimento da Petrobras, de Paulo Roberto Costa". Na denúncia aceita por Moro, João Alberto Lazzari e Fernando Augusto Stremel Andrade seriam responsáveis pela assinatura dos contratos e outros documentos falsos com as empresas MO Consultoria, Empreiteira Rigidez e RCI Software, empresas fantasmas de Alberto Youssef.

BAHIA NOTÍCIAS
Compartilhe no Google Plus