Geddel apoia rompimento de Cunha: ‘Se aproxima de posição que já defendemos’

Geddel apoia rompimento de Cunha: ‘Se aproxima de posição que já defendemos’
Foto: Bruna Castelo Branco / Bahia Notícias
O presidente estadual do PMDB, Geddel Vieira Lima, apoiou a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de romper politicamente com o governo federal. “A posição dele é pessoal, mas ele se aproxima de uma posição que nós já defendemos aqui”, declarou Geddel, que cortou laços com o PT desde as eleições de 2010: “Lá atrás eu já achava que esse governo é muito ruim”. O cacique do PMDB ainda minimizou a ameaça de Cunha de que caso o partido saia do governo, irá entregar os ministérios que possui. “Os ministérios não têm influência no governo, não importam. O que importam são as posições políticas que nós defendemos”, disse Geddel. De acordo com ele, a movimentação de Eduardo Cunha não está ligada à possibilidade de se candidatar à Presidência da República em 2018.

BAHIA NOTÍCIAS
Compartilhe no Google Plus