Para tucanos, reprovação recorde do governo Dilma reflete crise


Deputados do PSDB atribuíram o recorde de rejeição da sociedade à presidente Dilma à crise política, econômica e social instalada no governo do PT e no país. De acordo com pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira (1º), apenas 9% da população consideram o governo ótimo ou bom. É o pior índice de aprovação de um governo desde a redemocratização. Ou seja, a popularidade de Dilma é mais baixa até do que a dos ex-presidentes José Sarney e Fernando Collor.O percentual dos brasileiros que avaliam o governo ruim ou péssimo subiu de 64%, em março, para 68% em junho. A aprovação da maneira de governar de Dilma recuou de 19% para 15% e o percentual da população que confia na presidente caiu de 24% para 20%. As maiores reduções da popularidade ocorrem nos estratos em que a presidente tende a ser melhor avaliada, ou seja, entre as pessoas com renda familiar baixa, no Nordeste, e entre os que possuem menor escolaridade.Na avaliação do líder em exercício do PSDB, deputado Nilson Leitão (MT), a pesquisa reflete o resultado da soma das trapalhadas de Dilma, de um ‘desgoverno’ de mentiras e, acima de tudo, da corrupção. “Essas três coisas têm levado a presidente a perder toda a credibilidade e possibilidade de governar. Está na hora de Dilma se vestir de espírito público e renunciar ao mandato. Ela não tem mais possibilidade de governar, pois já terceirizou tanto a economia quanto a política”, sugeriu.
POLÍTICA LIVRE
Compartilhe no Google Plus