‘Crucificada’ em para Parada LGBT de SP, travesti é esfaqueada por ‘não ser de Deus’

‘Crucificada’ em para Parada LGBT de SP, travesti é esfaqueada por ‘não ser de Deus’
Foto: Victor Moriyama/G1
A transexual “crucificada” durante a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015, diz – em vídeo – ter sido esfaqueada na noite desde sábado (8), por um desconhecido nas proximidades da sua casa. Machucada, Viviany Beleboni postou um desabafo no seu Facebook, relatando o caso, e mostra as marcas da agressão, aos prantos. “Se é isso que vocês inimigos queriam, vocês conseguiram, olhem meu braço, meu nariz, é a verdade, eu fui quase esfaqueada.  Passando aqui perto, um cara me reconheceu e estava com uma faca, e falou que eu não sou de Deus e que sou um demônio e que eu iria pagar por isso”, desabafou. Veja o vídeo:
BAHIA NOTÍCIAS
Compartilhe no Google Plus