Para evitar impeachment, governo buscará manter mínimo de 200 deputados fieis

Para evitar impeachment, governo buscará manter mínimo de 200 deputados fieis
Foto: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados
O Palácio do Planalto já se prepara para a instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o governo prepara um plano para conseguir, a partir desta semana, uma “base mínima” de 200 deputados que sejam fiéis o suficiente para barrar o impedimento, caso ele chegue ao Congresso. Mesmo assim, os petistas admitem que o surgimento constante de novos fatos da Operação Lava Jato dificulta a formação da base ampla que havia antes da crise e, consequentemente, a governabilidade de Dilma. Um ministro teria confessado que, a cada liderança estratégica atingida, o governo “volta várias casas”. De acordo com a coluna, o Planalto não vê saída a curto prazo e aguarda que a operação entre na fase de julgamentos para conseguir o mínimo de estabilidade.

BAHIA NOTÍCIAS
Compartilhe no Google Plus