Souto quer revisão do Drawback do cacau

Deputado estadual Fábio Souto (D
Em discurso realizado nesta segunda-feira (10), na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Fábio Souto (DEM) cobrou do Governo Federal providências para acabar com o endividamento dos produtores de cacau. De acordo com o parlamentar, que representa a categoria na Casa, os investidores não conseguem liquidar os débitos adquiridos para manter o negócio. “Os produtores rurais possuem várias hipotecas e ainda não conseguiram encontrar o caminho para renegociar essas dívidas”, destacou. O produtor de cacau, para manter sua atividade, precisa investir nas lavouras. No entanto, se não houver condições financeiras que facilite o mercado, a situação fica inviável. “Para manter a produção na região cacaueira é preciso adubar, podar a propriedade, dar os tratos culturais necessários. Porém, mais um ano se passa e os produtores do nosso estado continuam sem a mínima condição de cuidar da sua plantação”, ressaltou. O deputado chamou mais uma vez atenção para o Drawback, que continua prejudicando a região cacaueira. “A medida de liberar importação de insumos para reexportação com isenção de impostos foi viável e tomadaquando a produção do cacau não era autossuficiente no país. Mas, nos dias atuais, o Drawback serve apenas para achatar o preço do fruto, pois, atualmente, o cacau custa R$ 120 e se não fosse essas importações, seguramente, ultrapassaria R$ 150″, argumentou.
POLÍTICA LIVRE
Compartilhe no Google Plus