‘MELAR’ O TCU É JOGADA DO GOVERNO PARA CONTER A CRISE POLÍTICA

GOVERNO TENTA DESQUALIFICAR O TCU PARA ESVAZIAR IMPACHMENT
O PRESIDENTE DO TCU, AUGUSTO NARDES, RECEBE DE ADAMS A REPRESENTAÇÃO CONTRA O RELATOR DO CASO. (FOTO: WILSON DIAS/ABR)
O governo Dilma considera esta semana “decisiva” para o processo de impeachment, por isso tenta “melar” o julgamento de suas contas, advogando a substituição do relator do caso no Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes. A estratégia é carimbar como “parcial” o julgamento no TCU, considerado perdido, e neutralizar ou ao menos reduzir sua influência na abertura de processo de impeachment.
O presidente da Câmara, a quem cabe aceitar ou não o processo, avisou que a condenação de Dilma no TCU “turbina” o impeachment.
Após a posse dos novos ministros, Dilma cobrou a fatura pelos cargos que distribuiu, pedindo que os aliados reforcem a pressão no TCU.
Além das pedaladas, Dilma recebeu informações sobre a gravidade de uma nova fase da Operação Lava Jato, que estaria por ocorrer.
A investida do governo Dilma contra o TCU, via Advocacia-Geral da União, foi mal recebida no TCU. Verdadeiro tiro no próprio pé. Leia mais na Coluna Cláudio Humberto
Compartilhe no Google Plus