Oposição ainda quer o impeachment, mas nem tanto assim

Parlamentares de oposição: ao contrário do velho PT oposicionista, rapazes de fino trato. (Foto: Agência Câmara)

 
Apesar de parecer de férias, a oposição ainda tenta, encabulada, viabilizar o impeachment de Dilma após o Supremo Tribunal Federal ter confirmado o rito do processo no fim do ano passado. A ideia é repetir as manifestações de junho de 2013. Organizado pelo Movimento Brasil Livre, um protesto já está marcado para 13 de março, mas a oposição está reticente e já admite atender ao aceno do governo por “diálogo”.
Aguardando a pressão popular, a oposição adiou a discussão do impeachment de Dilma para depois do carnaval.
Protestos contra a tarifa de ônibus, estimulados por entidades pró-PT, ignoram Dilma e a roubalheira, mas ela teme a perda de controle.
A oposição não se dedica ao impeachment para não ser associada a Eduardo Cunha, apontado “capitão do pedido” pelo Planalto. 
Compartilhe no Google Plus