DILMA CAI ATÉ DIA 5 DE ABRIL E PAI DE SANTO TEME SUICÍDIO

PAI DE SANTO CONTRATADO PELO PT TEME SUICÍDIO APÓS O IMPEACHMENT


O pai de santo Carlos de Xangô foi contratado pelo PT, segundo o site Bahia Notícias, para dar uma mãozinha espiritual no combate ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas disse que, ao jogar os búzios, teve notícias tenebrosas para a presidente Dilma. “Joguei o futuro de Dilma na mão de Xangô. Ontem arriei o ebó e pedi que, se ela fosse inocente, ela ficasse. Mas a pressão está muito grande. Ela não está aguentando. Ela não vai chegar até o dia 5 ou 4 de abril no poder”, previu. Segundo ele, Dilma está muito angustiada e depressiva. "O medo que eu tenho é que ela se mate após o impeachment”, disse.

A notícias também não são boas para Michel Temer. Segundo o babalorixá, o vice não vai assumir devido a "problemas que irão aparecer" e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), será o responsável por convocar novas eleições presidenciais. O pai de santo disse que o futuro do ex-presidente Lula também não é muito animador. “Com a saída de Dilma, a pressão nele vai ser muito forte e ele vai se entregar à polícia”, antecipa.
Carlos de Xangô disse não ter filiação partidária, mas confirmou ter feito "trabalhos" para derrubar o ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti, ajudar Eduardo Campos a vencer eleição para governador de Pernambuco, além de antecipar a morte do escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna.
O pai de santo esteve na Feira de São Joaquim e torrou R$ 1,2 mil na compra dos ingredientes para o ebó. Os ingredientes foram: “sangue de aridan”, utilizado para o preparo do “pó de pemba” (que tem a força de um boi para fortalecer o orixá); “sementes de obin” (que gera o fruto sagrado africano ao qual é atribuído o poder de chamar um orixá à Terra); e “dadá da costa”, também uma semente usada nos rituais do Candomblé. O ebó, ainda segundo o “conselheiro religioso de políticos pernambucanos”, como ele se define, “envolverá mais dois cabritos, duas cabras, 16 frangos, duas galinhas da Guiné, um galo e um casal de pombo” – tudo isso para tentar manter Dilma à frente do país.

Diário do Poder.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário