Escritor Achel Tinoco retorna à Ibirataia para lançar o seu 15º livro

Obra será lançada nesta sexta-feira na Escola Massaranduba em Ibirataia
Sabe aquele momento em que colocamos nossos filhos para dormir e contamos historinhas para embalar seus sonhos? Que sentamos no sofá depois do almoço e ao invés de ligar a televisão, lemos um bom livro? Que em um dia chuvoso não podemos sair para passear e ficamos apreciando uma boa história? Pois é... O novo livro de Achel Tinoco, "O Beija-flor que não sabia voar": e outras historinhas para contar, não pode mais faltar na cabeceira da criançada. A obra será lançada na tarde desta sexta-feira, 11, na Escola Massaranduba, em Ibirataia e no próximo dia 15 de abril acontecerá o lançamento na Escola Nova Geração, em Ipiaú. São dezoito historinhas com ilustrações que vão levar as crianças a mergulhar no mundo da fantasia. Tem leitão, leão, raposa, galinha, formiga, abelhinha, macaquinha... Tem futebol, circo, Papai Noel... Sem falar no Beija-flor que não sabia voar. O primeiro lançamento desde novo livro de Achel Tinoco aconteceu em Salvador, no ultimo de 27 de fevereiro, com muito sucesso.

O escritor e poeta Achel Tinoco nasceu em São Domingos do Capim, nas matas do Pará, mas, logo cedo, passou a morar na Bahia, precisamente na fazenda Vila Ferreira — município de Ibirataia —, onde passou toda a infância e adolescência. Depois, foi estudar na capital, Salvador, e por lá começou a escrever seus primeiros versos nos cadernos das colegas de sala. Fez os cursos de Letras e Administração de Empresas. Um dia, resolveu dedicar-se exclusivamente aos livros, à escrita, a ser um escritor. Continua sonhando... Ele é autor de quinze livros, dentre eles “Retrato sobre Tela”, “Vilarejo dos Anjos”, “O descobrimento do Brasil pelas crianças”, “Por toda minha dor e Batalha de Mestre” e “Um Jardim pra Leonel”, sendo este uma espécie de biografia romanceada do saudoso cidadão ipiauense Leonel Jardim. (Giro/José Américo Castro).
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário