Ipiaú: Mulheres do MST fazem caminhada e pregam discurso contra Mirabela

Pregando um discurso sobre a reforma agrária e criticando duramente o modelo administrativo implantado pela Mirabela Mineração e os possíveis impactos ambientais causados pela empresa, centenas de mulheres do MST marcharam na manhã desta terça-feira (8) no distrito do Japomerim e nas principais ruas do centro de Ipiaú. As mais de 400 mulheres saíram caminhando do acampamento montado no último sábado (05) numa área de propriedade da mineradora, no município itagibense.
Segundo a coordenadora do movimento, Lucinéia Durães, 32, a caminhada faz parte do movimento “Mulheres Sem Terras em luta no Dia Internacional da Mulher”. Durante a caminhada, em um dos discursos, a líder do grupo afirmou que não pretende sair da área ocupada no último sábado. Até o momento, a Mirabela ainda não se pronunciou publicamente sobre a ocupação. A Fazenda Serra Azul é ocupada desde o início da manhã do dia 05 de março, quando cerca de 10 ônibus trouxeram mais de 400 mulheres e 30 crianças. Cerca de 20 homens acompanham o movimento e dão segurança às integrantes do MST. A maioria das integrantes do MST são oriundas de cidades do baixo sul da Bahia, a exemplo de Itaberá, Camamu, Wenceslau Guimarães e outras. (Giro em Ipiaú)


Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário