Daniel Almeida acredita que há 'risco' na contabilidade de votos

Daniel Almeida acredita que há 'risco' na contabilidade de votos

O deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) admitiu nesta sexta-feira (15) que há um "risco" na contabilidade de votos tanto favoráveis quanto contrários ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para o comunista, há uma margem de 27 votos que podem pender para qualquer um dos lados, o que torna o cenário de votação deste domingo (17) imprevisível. "Há sim um risco. Não há como negar", sinalizou Almeida. Segundo informações de parlamentares da base aliada da presidente, há uma expectativa de 176 votos assegurados para barrar o impedimento de Dilma, uma margem apertada e diferente dos levantamentos realizados por veículos de comunicação, que apontam mais de 342 votos favoráveis ao impeachment - número mínimo necessário para que o processo seja admitido pela Câmara dos Deputados.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário