Fazenda atacada pelo MST tem todos os animais mortos

A Polícia Civil investiga a invasão à fazenda Cedro, em Marabá no Estado do Pará Propriedade rural deve ser periciada na tarde desta quarta-feira. A Polícia suspeita que depredação tenha sido feita por integrantes do MST.
Essas fotos foram tiradas na fazenda cedro que fica no Pará na região de Marabá que foi invadida pelo movimento dos sem terra (MST) todos animais foram abatidos que totalizaram 20 animais esses são animais de alto valor genético e muito valiosos, todas as vacas tinha prenhez confirmada, um verdadeiro massacre .

A suspeita é que integrantes do Movimento Sem Terra (MST) tenham entrado na fazenda, depredado as casas e provocado a morte dos animais que vivem na Propriedade. Os responsáveis pela área foram à delegacia especializada registrar B.O ou seja Boletim de Ocorrência e o clima permanece tenso no local desde a última terça-feira

Ainda de acordo com a polícia, essa não foi a primeira vez em que a propriedade rural foi invadida. Em março do ano passado os integrantes do MST aceitaram assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no Ministério Público garantindo que não voltariam a entrar na Propriedade Cedro.

A Delegacia de Polícia Civil de Conflitos Agrários de Marabá está investigando a invasão à fazenda Cedro, que é considerada uma das maiores do sudeste paraense. Na tarde desta quarta-feira, a polícia Civil deve realizar uma perícia na propriedade para calcular os prejuízos causados pelos invasores.


Informações do Jornal da Folha.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário