Negromonte pode ser obrigado a deixar TCM

Caso o Supremo Tribunal Federal (STF) acate a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o ex-ministro Mario Negromonte, ele será forçado a deixar o cargo de conselheiro do Tribunal de Conta dos Municípios (TCM). Diante da gravidade do caso, o assunto mereceu uma análise em reunião realizada por conselheiros do órgão esta semana. A denúncia foi feita na última quarta-feira, 30, contra sete políticos do PP implicados na Operação Lava Jato. Também são alvos do pedido da PGR os deputados Arthur Lira (AL), Luiz Fernando Faria (MG), José Otávio Germano (RS), Roberto Britto (BA) e os ex-deputados Mário Negromonte (BA) e João Alberto Pizzolatti (SC). Todos os políticos são acusados pelos crimes de corrupção passiva e ocultação de bens
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário