Pedrão: Ex-prefeito é condenado por mandar matar o próprio vice

Pedrão: Ex-prefeito é condenado por mandar matar o próprio vice

O ex-prefeito de Pedrão, no agreste baiano, Gabriel Ribeiro, foi condenado a 37 anos e 9 meses de prisão por ter mandado matar o próprio vice-prefeito, Antônio Alvim. No crime, que ocorreu em 1997, foi morto também o empregado de Alvim, Paulo Carneiro, em uma emboscada. Os dois foram executados a tiros. Ribeiro chegou a ser preso por 119 dias logo depois do crime, mas passou a responder o processo em liberdade há quase 20 anos. De acordo com a Polícia, o ex-prefeito teria contratado três homens, entre eles um PM, para matar Alvin. A suspeita é que o vice teria descoberto irregularidades nas contas da prefeitura, informou a TV Subaé. O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (14), em Alagoinhas. O réu terá um prazo de dez dias para recorrer à decisão em liberdade. Ainda segundo a reportagem, os três suspeitos de cometer o crime chegaram a ser presos no início das investigações. Dois ficaram presos em Salvador durante dez anos, e atualmente respondem em liberdade. Já o PM, preso em Lauro de Freitas, fugiu da prisão e nunca foi encontrado.

Bahia Notícias
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário