Sandro Régis diz que PT afundou país na maior crise da história


Rebatendo declarações de deputados petistas que insistiam na sessão plenária desta terça-feira, 19, em criticar a Câmara de Deputados pela votação favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, o líder da Oposição na Assembleia Legislativa, o democrata Sandro Régis, reagiu de forma dura lembrando que o país foi atirado na maior crise econômica, política e moral  da sua história, graças à gestão ineficiente do Partido dos Trabalhadores que também,  protagonizou, segundo ele, um dos maiores escândalos de corrupção do mundo, a partir do esquema criminoso montado na Petrobras. “O PT não enxerga um palmo adiante do seu próprio nariz”,  criticou Sandro Régis, lembrando os 11 mil desempregados que o governo petista criou e a desqualificação internacional do Brasil, com manchetes no mundo inteiro como o país com o maior índice de corrupção. Régis contrapôs os ataques aos deputados que votaram a favor do impeachment e a ao vice Michel Temer dizendo que um governo que não alcança sequer 30% de uma Câmara de 513 parlamentares, demonstra que fracassou e perdeu o respeito e a credibilidade da população e de seus representantes legítimos. Ele lembrou que o Congresso Nacional foi eleito e representa o povo brasileiro e que Temer foi escolhido e votado pelo PT. “Temer só não serve mais porque não atende ao PT?” questionou, ironizando que além de ter sido amigo de Lula, Michel Temer foi tão bom para os petistas que foi escolhido para ser o vice da presidente Dilma em seus dois mandatos consecutivos.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário