Professores de universidades estaduais paralisam atividades por 24 horas


Nesta terça-feira (24), professores das universidades estaduais da Bahia (Uneb), de Santa Cruz (Uesc) e do Sudoeste Baiano (Uesb) paralisaram as atividades por 24 horas, conforme as associações de docentes das instituições. No campus de Vitória da Conquista da Uesb, os professores fazem um protesto na Avenida Olívia Flores, na manhã desta terça, bloqueando a pista e usando faixas.
 
Carolina Maia, diretora da Associação de Docentes da Uneb (Aduneb), explica que a paralisação nas universidades ocorrem em protesto ao “reajuste zero” do servidor público no estado e à redução no orçamento da universidades. De acordo com a diretoria da Aduneb, desde 2012, o governo estadual já cortou R$ 73 milhões de custeio e investimento das universidades estaduais. 
 
"Contra os ataques do governo Ruim Corta", ironizam os manifestantes através de cartazes (foto). 
 
Salvador
 
No campus da Uneb de Salvador, na manhã desta terça, acontece panfletagem e café da manhã com pão e água, para simbolizar a situação das universidades estaduais da Bahia. O presidente da Associação de Docentes a Universidade Estadual de Santa Cruz (Adusc), José Luiz de França, diz que na instituição os professores também convidam servidores técnicos e alunos para participar do protesto. “É um dia unificado de luta”, defende. A Secretaria Estadual de Educação ficou de se posicionar sobre o assunto. 

Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário