Cantora baiana é agredida por taxista após defender irmã de assédio no Rio Vermelho

cantora

Mais um caso de assédio contra a mulher aconteceu em Salvador e desta vez, segundo o relato da vítima, o agressor foi um taxista. Em relato no Facebook, a cantora Aiace Felix, vocalista do grupo Sertanília, contou que ao sair de uma casa noturna na madrugada deste domingo (03) sua irmã, de quem estava acompanhada, foi assediada por um taxista que estava parado na fila de táxi do Largo da Mariquita, no Rio Vermelho. “Quando fui pedir por respeito, embora seja óbvio que ele é meu por direito, o taxista se sentiu incomodado por eu tê-lo confrontado e me respondeu de forma bem agressiva reiterando o assédio. Eu segui andando com as meninas quando ele deu uma ré super brusca tentando me atropelar. Um rapaz que passava na hora me puxou e evitou que algo mais grave acontecesse”, escreveu. Ela seguiu contando que não satisfeito, o taxista saiu do carro e a agrediu. “Me deu 3 socos no rosto, atingindo meu olho direito, minha boca e o ombro/pescoço. Como resultado, ganhei uma lesão na córnea e alguns hematomas pelo corpo”.

Varela Notícias
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário