PF cumpre mandados de prisão da Lava Jato no Rio e Porto Alegre

Othon Luiz participou, em 2011, de audiência no Senado para discutir o sistema de energia nuclear do país  (Foto: Antonio Cruz/ABr)
Lava Jato volta a prender ex-presidente da Eletronuclear no RJ
A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quarta-feira (6), mandados no Rio de Janeiro e em Porto Alegre relacionados à Operação Lava Jato. O desdobramento da investigação no Rio apura desvio de recursos na Eletronuclear. Dez mandados de prisão foram expedidos para alvos da operação no Rio e um de condução coercitiva em Porto Alegre.
Às 11h, os 10 mandados de prisão — sete preventivas e três temporárias — já tinham sido cumpridos, incluindo o principal alvo da operação, o ex-diretor-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva. A operação também levou em condução coercitiva para a superintendência da PF no Rio o atual presidente da Eletronuclear, Pedro Figueiredo Diniz.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário