Filho de Lúcio Vieira Lima representa prédio em ação contra Iphan

Resultado de imagem para geddel vieira e parentes

Dois familiares do ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima representam legalmente o empreendimento La Vue em ação movida na Bahia junto ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, um documento anexado no processo mostra três nomes como sendo procuradores da Porto Ladeira da Barra Empreendimento, empresa responsável pela construção do edifício.

São eles os advogados Igor Andrade Costa e Jayme Vieira Lima Filho, e o estagiário Afrísio Vieira Lima Neto. Jayme é primo do ministro e seu sócio em um restaurante. Já Afrísio é sobrinho de Geddel e filho do Deputado Federal Lúcio Vieira Lima. Segundo a Folha, a procuração teria sido assinada cinco dias depois da posse de Geddel no cargo no governo de Michel Temer e após a compra de um apartamento por parte do político. Outros familiares do ministro também teriam adquirido imóveis do empreendimento.

A polêmica envolvendo o nome de Geddel Vieira teve início com o pedido de demissão do então ministro da Cultura, Marcelo Calero, na última sexta-feira (18). Na ocasião ele alegou "razões pessoais" para deixar o cargo. No fim de semana, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Calero afirmou que o ministro Geddel Vieira Lima o pressionou a intervir junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para liberar a construção de um edifício de alto padrão em Salvador, onde ele adquiriu um imóvel. O empreendimento não foi autorizado pelo instituto e por outros órgãos por ferir o gabarito da região, que fica em área tombada.

Na terça-feira (22), o nome do conselheiro Marcelo Figueiredo foi sorteado na Comissão de Ética Pública da Presidência da República para ser o responsável por elaborar voto sobre o processo que investigará se Geddel cometeu infração ética ao procurar o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, para tratar de interesses pessoais.

Informações da RedeTV.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário