Ibirataia: Presos em ação para combater fraude no FGTS responderão por organização criminosa e estelionato

PF cumpre mandados de prisão e busca na Bahia (Foto: Giro em Ipiaú)
Mandados são cumpridos na cidade de Ibirataia e Ipiaú, sul da Bahia.

Com a desarticulação da organização criminosa, calcula-se que o prejuízo evitado para o Programa Seguro-Desemprego é de aproximadamente R$ 5.500.000,00 e para a Previdência, projetado ao logo dos anos, é de pelo menos R$ 2 milhões, podendo ultrapassar dezenas de milhões de reais, em função dos milhares de vínculos fictícios identificados que poderiam ser futuramente utilizados para a obtenção de benefícios previdenciários fraudulentos.

O nome da Operação Melaço é uma referência a um técnico em contabilidade conhecido como "Melado", apontado como chefe da quadrilha. Natural da cidade de Ipiaú, ele é investigado desde 2007, segundo a PF. O homem, que é procurado, não teve a identidade divulgada.

PF fará coletiva de imprensa na cidade de Jequié para falar de operação (Foto: Divulgação/ PF)

Ademais, no curso das investigações, observou-se que assim como um doce, as fraudes atraíram inúmeras pessoas, as quais eram usadas como “laranjas” pela organização criminosa, ora cedendo suas carteiras de trabalho, ora constituindo empresas fictícias, recebendo como retribuição uma pequena parcela dos valores obtidos com as fraudes.

Os presos responderão pelos crimes do art. 2º, parágrafo 4º, II, da Lei n. 12.850/13 (Organização Criminosa), art. 171, parágrafo 3º CP (estelionato), art. 313-A CP (inserção de dados falsos nos sistemas da administração pública) e art. 297, I, II e III CP (estelionato previdenciário).

Dezoito pessoas foram presas durante uma Operação Melaço, deflagrada pela Polícia Federal em sete cidades do sul da Bahia, na manhã desta quarta-feira (23), para desarticular uma organização criminosa que fraudava vínculos empregatícios para obter benefícios de seguro-desemprego e previdenciários. A ação ocorre em conjunto com o Ministério Público Federal, Previdência Social, Ministério do Trabalho e da Polícia Militar. Ibirataia é uma das cidades que a Polícia Federal fez a busca e apreensão.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário