Maior sonegador fiscal da Bahia tem prisão decretada

O empresário Marcos Augusto da Silva Rocha teve a sua prisão preventiva decretada na manhã desta terça-feira (22). De acordo com o Ministério Público do Estado (MPE), Marcos Augusto é o maior sonegador fiscal da Bahia. 

De acordo com as investigações promovidas pelos órgãos que integram o Comitê, que tem atuação regional, o esquema criminoso liderado pelo empresário causou um prejuízo de R$ 473 milhões ao fisco baiano.
Resultado de imagem para sonegador fiscal
No pedido de prisão, os promotores de Justiça de Feira de Santana, Cláudio Jenner e Semiana Cardoso, e do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica, as Relações de Consumo (Gaesf), Luís Alberto Vasconcelos, Vanezza Bastos e Renata Bandeira, destacaram que o empresário é o maior articulador do esquema de sonegação e outras fraudes fiscais aplicadas na comercialização e distribuição de etanol combustível na Bahia. 

Ele foi alvo da “Operação Etanol II”, deflagrada em outubro pela força-tarefa formada pelo MPBA, Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e Secretaria de Segurança Pública (SSP). Durante o desenvolvimento da operação, a Polícia Civil baiana prendeu o empresário Marcos Rocha a pedido da Justiça de Pernambuco, onde ele também é acusado dos mesmos crimes. Agora, o empresário, que também é acusado de cometer crimes contra o fisco de Minas Gerais, deverá ser transferido para a Bahia.

Com informações do site do Ministério Público
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário