Significado de Lamia, nome do avião da Chapecoense, é de monstro devorador

Qual o significado de Lamia? - Foto/Montagem

Nesta semana, um nome até então desconhecido, ficou sendo repetido inúmeras vezes no jornalismo brasileiro e mundial: LAMIA. Esse é o nome da empresa aérea que transportou os jogadores do time da Chapecoense para a cidade de Medellín, na Colômbia, onde aconteceria o primeiro jogo da final da Copa Sulamericana. Partida contra o Atlético local. 71 pessoas morreram na queda da aeronove. Apenas seis sobreviveram. O nome oficial da empresa representa uma sigla - Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación - no entanto, também pode significar um monstro mitológico. Ao digitar a marca no Google, por exemplo, você encontra fotos desse ser assustador.

Segundo a literatura europeia, especialmente a búlgara, Lamia é um ser mitológico representado por uma mulher. Ela viveria de sugar almas de homens, além de assustar crianças. Na América do Sul, o ser também é conhecido, mas com menos impacto do que na Bulgária. Não se sabe se os donos da empresa tiveram alguma inspiração no ser mitológico. Apesar da triste coincidência, sabemos, é claro, que um simples nome não teria a capacidade de provocar tamanho dano para tantas famílias. Já se sabe que o piloto da aeronave e dono da LAMIA, Miguel Quiroga, estava voado com o combustível limite para a sua viagem.

Áudios vazados na internet exibem a conversa dele com a torre de Medellín. Durante mais de onze minutos, o piloto reclama de falta de combustível e pede ajuda para se localizar no espaço aéreo. O fretamento do voo, feito pela prefeitura de Chapecó, não foi barato, tendo custo de R$ 500 mil. Além da LAMIA, a GOL também chegou a orçar o preço da viagem. Pela empresa mais conhecida, o custo era um pouco maior. A mesma LAMIA já tinha, semanas antes, transportado a seleção da Argentina. Miguel ainda tinha o sonho de fazer o mesmo com a seleção brasileira de futebol, levando craques como Neymar.

Blasting News
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário