Geddel se desespera com possível delação do doleiro Lúcio Funaro, diz coluna

geddel-vi
O ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), teria entrado em desespero ao saber que o doleiro Lúcio Funaro vinha se preparando para firmar um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF). De acordo com informações publicadas pelo colunista do jornal O Globo Lauro Jardim neste domingo (29), o peemedebista passou a telefonar insistentemente para a mulher de Funaro para prestar solidariedade e sondar se ele já havia iniciado a delação. Preso desde julho, Funaro é ligado ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB), detido em Curitiba há dois meses, após ter seu mandato cassado. Ainda de acordo com o colunista, o MPF avalia que a situação de Geddel seja complicada e assemelhante à de Cunha e Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro preso desde novembro.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário