MIRABELA MINERADORA PODE RETOMAR AS ATIVIDADES, DIZ DEPUTADO


O deputado Eduardo Salles recebeu hoje pela manhã em seu gabinete Milson Mudim, diretor da Mirabela Mineradora, que explicou a possibilidade de a empresa retomar as atividades no segundo semestre de 2017. Um plano estratégico para baixar os custos operacionais, o aporte de recursos feito pelos acionistas americanos e canadenses e o novo cenário mundial do preço do níquel, atualmente em 10.300 dólares por tonelada, devem permitir que o trabalho na mina retorne. Os dois não perderam tempo e participaram de audiência com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico em exercício, Marcos Aurélio Cohim, e os superintendentes Paulo Sérgio Ferraro e Reinaldo Sampaio para tratar da retomada das conversações sobre o protocolo do ICMS. Um grupo de trabalho vai ser montado.
"Vamos seguir as reuniões com o governo estadual para as atividades serem reativadas no segundo semestre de 2017. Depois de batido o martelo, a mina demora de três a quatro meses para voltar a produzir. Vai ter uma reunião com o novo prefeito de Itagibá, Gilson Fonseca, e o secretário de Agricultura do município, Hélio Quadros, nesta terça-feira (17). Na quarta-feira (18) estarei com a prefeita de Ipiaú, Maria Mendonça, e dois diretores da empresa para somarmos esforços e conseguir concretizar a retomada das atividades da Mirabela Mineradora."
Estou muito feliz porque lutei muito ano passado junto com a agora prefeita de Ipiaú, Maria Mendonça, o ex-prefeito de Ibirataia, Marcos Aurélio, deputados estaduais e federais e tantos outros para que os empregos fossem mantidos. Fizemos audiência pública e reuniões com todos os órgãos governamentais. Agora vamos lutar para retirar qualquer barreira que impeça a retomada dos empregos fundamentais à economia da região. Disse o deputado estadual.

ASCOM / DEP.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário