Não quero ser presidente do PT, afirma Jaques Wagner

Especulado para presidir o PT na Bahia, o ex-governador Jaques Wagner afirmou durante congresso de correntes do PT que não quer comandar a sigla no estado. 
“Não quero ser presidente do PT. Tem que ser alguém da juventude. Claro que não sou de se jogar fora. Ainda dou no couro politicamente falando”, brincou. 
Wagner fez ainda uma avaliação do partido, afirmou que a legenda fez o que nenhum outro partido fez e reconheceu erros. 
“Nenhum outro partido fez o que a gente fez. Quebramos dogmas e fizemos besteiras. Em 2013 cometemos o erro de não fazer a reforma política”, apontou. 
O ex-ministro de Lula e Dilma pediu ainda que a militância esteja pronta para o que pode acontecer até 2018. “Não sei o que vai acontecer em 2018, mas temos que estar prontos para ir para a porrada. Não é a porrada de braço, mas a porrada de luta”, ressaltou. 

Bocão News
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário