Corinthians vota impeachment de presidente; entenda o processo


Roberto de Andrade viverá nesta segunda-feira o dia mais importante de seu mandato como presidente do Corinthians, iniciado em 2015. 

Acusado de fraudar atas de assembleias da arena e o contrato do estacionamento do estádio, o dirigente tem o futuro nas mãos de 341 conselheiros que votarão pela permanência dele no cargo ou pela destituição, que obrigaria o clube a passar por uma nova eleição.
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário