ONU aponta que Taurus enviou 8 mil armas ilegalmente a filho de traficante de armas

Armas foram comercializadas ilegalmente (Foto: Reprodução).

A fabricante brasileira de armas Forjas Taurus negociou e enviou em 2015 um carregamento de 8 mil armas a um filho do iemenita Fares Mohammed Mana’a, listado como um dos maiores traficantes internacionais de armas, três meses após a Organização das Nações Unidas (ONU) colocar o Iêmen sob embargo. Um relatório do Painel da ONU sobre Iêmen e Somália cita e aprofunda as informações reveladas pela agência Reuters em setembro de 2016, que apontam indícios encontrados que a empresa usada como operadora da venda, a Itkhan Trade Company, que tem como CEO Adeeb Mana’a, filho de Fares Mana’a. “O Painel considera que o modus operandi da transferência de armas foi designado para contornar os controles regulares de aduanas e de segurança”, informa o relatório. Em resposta à Reuters, a emprega negou ter participado “de qualquer tentativa de contornar controles de segurança”. “Não havia qualquer restrição em relação a vendas para esse país. Portanto, se houve alguma tentativa de contornar controles de segurança, isto foi feito à revelia da Taurus e das autoridades brasileiras”, disse a empresa. *Correio da Bahia
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário