Rio de Janeiro tem o décimo nono policial militar morto em 2017

RIO — Um policial militar foi morto na noite de ontem, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, durante uma operação na comunidade Dom Bosco. De acordo com a PM, o cabo Tiago Bispo foi atingido no peito por um tiro disparado por bandidos e chegou a ser levado para o Hospital da Posse, no mesmo município, mas não resistiu ao ferimento. Tiago é o 19º policial militar assassinado no estado este ano.

O cabo era lotado no 20º BPM (Mesquita) e, segundo o comando do batalhão, ele foi atingido por volta das 20h. Nenhum outro PM ficou ferido na ação. Até a meia-noite não havia informação sobre presos ou outras vítimas na comunidade.

Logo após o crime, internautas usaram as redes sociais para lamentar a morte de mais um policial no estado. “Descanse em paz, guerreiro”, publicou um homem, no Facebook. Um outro comentário questionava: “Alguém precisa parar com isso. Vai ter que esperar matar o presidente da República para alguém começar a fazer alguma coisa?”. Algumas pessoas lamentavam: “Deus tenha misericórdia de nossos policiais”.

No domingo à tarde, o policial militar Eduardo Ribeiro Paraguai, de 36 anos, foi assassinado dentro de casa, em Maricá. Segundo informações do 4º BPM (São Cristóvão), onde o soldado era lotado, um homem teria pulado o muro do imóvel e disparado contra o PM. O principal suspeito do crime é o ex-marido da namorada de Eduardo. A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo investiga o caso.

O Globo
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário