Prefeita vem cometendo falhas administrativas criticadas por ela mesma em gestão passada

FOTO: Reprodução//

A nova prefeita de Ibirataia, Ana Cléia (PSD), precisa redobrar os cuidados em seu início de governo. Marinheira de primeira viagem, se tratando de administração pública, provavelmente, a professora não esteja se dando conta que está cometendo falhas administrativas que ela mesma criticou em gestões passadas.

2012 - Em campanha, de passagem pela chapa majoritária do ex-prefeito Marcos Aurélio (PP), Ana reconheceu que o segundo governo de Jorge Fair, seu atual padrinho político, foi recheado de mazelas e que as únicas boas iniciativas existentes, foram apagadas da história por conta de ações negativas relacionadas com o envolvimento de seus cunhados em atos ilícitos e fraudulentos na prefeitura.

Na gestão de Ana Leal, já encontram-se empregados alguns de seus familiares, à exemplo da Nutricionista do Núcleo de Saúde Familiar (NASF), filha do seu esposo Júlio Leal que é Secretário de Governo e ex-prefeito. Sua cunhada também assumiu um dos cargos comissionados mais disputados. 

Ana tem sido criticada duramente, com razão evidente, por inclusive selecionar pessoas sem afinidades para responder por secretarias e cargos de confiança. Muitos deles parentes, filhos de políticos e até cabos eleitorais. 

A Executiva, que tem ficado muito tempo fora da prefeitura, vem repetindo erros que Jorge Fair cometeu, ainda na primeira metade do ano 2009. Hoje, das vantagens dadas pela administração de Ana Leal, muitos servidores já relembram a era Fair, passam o dia agradecendo e fazendo comparações e prognósticos bons a respeito de salários e gratificações, que obterão sem muito esforço.

Atualmente, uma das críticas mais corriqueiras pela população, consiste na contratação de mais de dois servidores gerais para servir na mesma função, que comparecem aos seus locais de trabalho, diariamente, onde não há demanda, já que sobram pessoas para realizar o mesmo serviço. 

Infelizmente, parece que os mesmos 'modus operandi' estão se repetindo no governo 'Para Cuidar De Nossa Gente'. 
Na saúde, ela nomeou pessoas residentes de cidades vizinhas. Na educação, finalizou um contrato para realização da Jornada Pedagógica que teve custo de R$ 24 mil ao cofre público ibirataense via licitação. Não esquecendo dos incontáveis contratos com empresas da região. Outros destes, sem procedimento licitatório e realizados em menos de 30 (trinta) dias de posse.

Um dos contratos que têm chamado a atenção dos munícipes é a contratação pela gestora, da mesma empresa prestadora de serviços de publicidade para atos oficiais (Diário Oficial), que serviu no período de 2008 a 2012, gestão de Jorge Fair. O ex-alcaide foi acusado pela CGU de falsificar página de diário oficial em 2007. (RELEMBRAR). Atualmente, nos atos oficiais veiculados pela atual gestão, constam resquícios de publicações dos anos anteriores.

Está faltando maturidade para administrar pensando no bem coletivo da comunidade e firmeza para realizar novas ações. Ações que diferenciem das que seu padrinho político, que por omissão ou medo não realizou, a exemplo da Creche Modelo no bairro Robson Marques Fair, que o município recebeu verba do Governo Estadual e em sua gestão, não foi concluída.

Vale lembrar que, apesar da referida instituição não ter sido concluída no governo de Jorge, O ex-prefeito Marcos Aurélio, que não desviou recursos, retomou as obras entregando o espaço em ótimas condições de trabalho e em tempo hábil. (Ver Vídeo)

Ibirataia Notícias

ATUALIZADA EM 27/03 ÀS 18:05h
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário