'Mineirinho' das planilhas da Odebrecht, Aécio recebia mesada de até R$ 2 milhões


Campeão de inquéritos na lista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que vai responder a cinco inquéritos no âmbito da Operação Lava Jato (veja aqui), recebia mesadas que variavam e R$ 1 milhão a R$ 2 milhões de reais, segundo os delatores Marcelo Odebrecht e Henrique Valladares. De acordo com a revista Veja, a propina recebida pelo Mineirinho, como o tucano era tratado nas planilhas de propina da Odebrecht, foi em troca de apoio a interesses da empreiteira, principalmente nos projetos das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau. BN
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário