PM é encontrada morta em matagal; namorado confessou crime

Subtenente era lotada no Colégio da Polícia Militar (CPM) de Feira de Santana.
A subtenente da Polícia Militar Wagna Andrade Soares, 47 anos, foi encontrada morta em um matagal em Conceição de Feira, na noite de sexta-feira (31). De acordo com a polícia, um homem que afirmou ser namorado da vítima confessou o crime. Igor Tosta Lopes foi preso por uma equipe da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Feira de Santana ainda na noite de sexta, depois de ter sido encontrado em um quarto de hotel próximo à rodoviária da cidade. À polícia, ele informou que o corpo de Wagna foi deixado na Serra da Tupuma, em Conceição da Feira. O corpo foi encontrado enrolado em um lençol em meio ao matagal. A busca pela subtenente foi iniciada ainda na manhã de sexta-feira, quando amigos não conseguiam falar com ela via telefone e nem localizar o veículo dela. A polícia encontrou o carro, modelo HB20, de cor prata, no estacionamento de um supermercado da cidade, que também fica próximo à rodoviária - região onde o suspeito estava escondido. Em nota, a PM informou que Wagna era lotada no Colégio da Polícia Militar (CPM) de Feira de Santana. O suspeito segue preso na 1ª Coorpin, em Feira de Santana. A motivação e a causa da morte estão sendo apuradas pela Polícia Civil e pelo Departamento de Polícia Técnica.  *Com informações do Correio da Bahia
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário