Festival do Chocolate começa hoje em Ilhéus


O município de Ilhéus recebe, a partir de hoje, o 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau. A ser realizado no Centro de Convenções de Ilhéus, o evento deve atrair produtores de cacau, investidores, empresários e o público em geral, até domingo (23), movimentando as cadeias produtivas do agronegócio e do turismo.

A atividade turística, atrelada à produção de chocolate, é um dos destaques da programação de palestras, que apresentarão, dentre outros temas, os exemplos da produção associada ao turismo em Gramado (Rio Grande do Sul) e Viana do Castelo (Portugal). Na Bahia, a cacauicultura é um importante atrativo turístico da região de Ilhéus, mantendo roteiro que contempla fazendas produtoras de cacau e fábricas de chocolate.

Com apoio do Governo do Estado, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau conta ainda com demonstrações de receitas à base de chocolate, minicursos voltados para o público infantil e apresentação de grupos de manifestações culturais e artistas regionais.

Requalificação

A reforma realizada para requalificação do Centro de Convenções de Ilhéus não impossibilita a realização do evento. Iniciadas no final de junho, as obras estão previstas para conclusão em um prazo total de 90 dias.

Já foram realizadas pintura externa, iluminação interna, externa e cênica, reforma e pintura do gradil, jardinagem e recuperação da central de refrigeração, dentre outros serviços. As próximas etapas incluem impermeabilização de lajes, recuperação de telhado, dentre outras intervenções.

De acordo com o subsecretário do Turismo, Benedito Braga, a recuperação do equipamento visa a dinamizar o turismo de negócios na Costa do Cacau. “A região tem reconhecido potencial para o turismo cultural, e de sol e praia. Agora investimos nessa revitalização para fortalecer a atração de eventos corporativos, artísticos e feiras, que contribuem para movimentar a economia baiana”, explica Braga.

Localizado no Centro de Ilhéus, o Centro de Convenções tem mais de 4,5 mil metros quadrados de área construída. A estrutura inclui, dentre outras áreas, hall de exposições, cabines de som e luz, salões e dois auditórios: Jorge Amado, com capacidade para 1.250 pessoas e Nacib, para até 430 pessoas.
Repórter: Ana Paula Cabral
Fonte: Ascom/Setur
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário