Vítimas de outros estados denunciam esquema de pirâmide financeira criada em Itabuna

Danilo Santana e Isaac Albuquerque seguem foragidos (Foto: Reprodução)
Novas vítimas de um suposto esquema de pirâmide financeira que pode ter lucrado cerca de R$ 200 milhões e que teve início na cidade de Itabuna, procuraram a Polícia Civil do município, nesta segunda-feira (14), para relatar as experiências que tiveram. Pessoas suspeitas de envolvimento no golpe, que ocorria por meio sites de apostas esportivas, tiveram bens bloqueados pela Justiça. A polícia não informou quantas pessoas ao todo fizeram novas denúncias nesta segunda, mas disse que as vítimas procuraram a delegacia após a reportagem sobre o caso exibida na edição do último domingo (13) do Fantástico. A polícia disse que as pessoas que procuraram a delegacia agora, por telefone, são de estados como Amapá, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Minas Gerais e São Paulo. A maioria delas querendo saber o que fazer depois de ter caído no golpe. O esquema teve início em Itabuna. Os suspeitos conseguiram formar uma grande rede de investidores prometendo ganho de 30% sobre os valores aplicados no negócio. Os suspeitos atraíam as vítimas com a promessa de ganhar dinheiro com apostas em jogos de futebol. O esquema foi descoberto, segundo a polícia, porque os suspeitos costumavam ostentar dinheiro e bens. Leia mais no G1
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário