Estudante de Ipiaú tira 960 pontos em redação no Enem

Ramon Lucas fez 960 pontos de um total de 1.000 (Foto: Reprodução)
Ramon Lucas Barreto, 18 anos, natural de Ipiaú, entrou no seleto grupo dos estudantes que obtiveram mais de 900 pontos na prova de redação da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujo tema foi “Desafio para a educação de surdos no Brasil”. Ele fez 960 pontos de um total de 1.000. Apesar de pontuação tão alta em redação, Ramon assegura que gosta mesmo é das ciências exatas, sendo apaixonado pela matemática. Esse interesse ganhou força com a prática do xadrez, seu esporte predileto.“Xadrez tem tudo a ver com a matemática. No tabuleiro as diagonais se relacionam com a matemática através de progressões”, explica o estudante.
Frequentemente Ramon está consultando sites de noticias para se manter informado e auxiliar seus colegas do Complexo Integrado de Educação de Ipiaú (CIEI), antigo Colégio Modelo, dando, voluntariamente, aulas de redação e xadrez, além de "banca" de matemática, química e física. Na literatura, sua preferência é pela ficção científica. Ele reconhece que foi o professor Samy, do Colégio Santo Agostinho, que lhe proporcionou um bom embasamento de redação e recomenda: "A leitura é muito importante. Quem lê com frequência tem a chance de escrever melhor".
Fazer vestibular para engenharia mecânica, ou matemática, é a pretensão desse jovem talentoso que já foi Mestre Conselheiro do Capitulo Demoley da Loja Maçônica Fraternidade Rionovense, em Ipiaú, e é filho de Maria de Fátima Lucas dos Santos e Rozenildo Barreto da Silva, o popular “Gaso da Bomboniere”. É com muita responsabilidade e aplicação que Ramon vem colhendo os frutos do seu esforço como estudante e alicerçando o triunfo na sua futura trajetória acadêmica e profissional. (Giro/José Américo Castro).
Compartilhe no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário